Curiosidades

10 Frases de Sun Tzu. O autor de “A Arte da Guerra”

Sun Tzu foi uma figura histórica cuja existência é questionada por vários historiadores. Seu nome de nascimento era Sun Wu, sendo Sun o seu sobrenome e Tzu um título que significa “Mestre”. A Arte da Guerra é atribuída a Sun Tzu. Representa uma filosofia de guerra para gerir conflitos e vencer batalhas. É aceita como obra-prima em estratégia, e frequentemente citada e referida por teóricos e generais.

“Então, obtendo cem vitórias em cem batalhas não significa o máximo da excelência. Excelência mais alta está em obter-se uma vitória e subjugar o inimigo sem, no entanto, lutar.”

“Existem cinco fatores que permitem que se preveja qual dos oponentes sairá vencedor: ƒ Aquele que sabe quando deve ou quando não deve lutar; ƒ Aquele que sabe como adotar a arte militar apropriada de acordo com a superioridade ou inferioridade de suas forças frente ao inimigo; ƒ Aquele que sabe como manter seus superiores e subordinados unidos de acordo com suas propostas; ƒ Aquele que está bem preparado e enfrenta um inimigo desprevenido; ƒ Aquele que é um general sábio e capaz, cujo soberano não interfere. Estes são os cinco fatores para se prever a vitória.”

“Aquele que conhece o inimigo e a si mesmo, lutará cem batalhas sem perigo de derrota.”

“Há cinco elementos importantes nas regras militares: ƒ O primeiro é a análise do terreno; ƒ O segundo é o cálculo de força de trabalho e dos recursos de material; ƒ O terceiro é o cálculo da capacidade logística; ƒ O quarto é uma comparação da sua própria força militar com a do inimigo; ƒ O quinto é uma previsão de vitória ou derrota.”

“Administrar um exército grande é, em princípio, igual a administrar um pequeno: é uma questão de organização.”

“Então, se o comandante deseja que o inimigo se movimente, ele se mostra: o inimigo certamente o seguirá. Se ele quer atrair o inimigo, ele ilude, apresentando algo lucrativo para o inimigo, e o inimigo por certo acreditará. Assim, o comandante oferece ao inimigo pequenas vantagens, mas o espera armado e com toda a sua força.”

” O mais elevado dom da arte militar de enganar o inimigo é esconder suas intenções. Assim, mesmo os espiões mais penetrantes do inimigo não poderão espionar e, nem sequer o homem mais sábio poderá conspirar contra você.”

“Portanto, as vitórias em batalha não poderão, jamais, serem repetidas. As circunstâncias de cada combate são mutáveis e exigem uma resposta própria e particular.”

“Um general que só conhece a capacidade de suas tropas, mas não sabe a invulnerabilidade do inimigo, terá só metade das chances de vitória.”

“Um soberano não deve empreender uma guerra num ataque de ira; nem deve enviar suas tropas num momento de indignação. Quando a situação lhe for favorável, entre em ação; quando for desfavorável, não aja. Deve ser entendido que, um homem que está enfurecido voltará a ser feliz, e aquele que está indignado voltará a ser honrado, mas um Estado que pereceu nunca poderá ser reavivado, nem um homem que morreu poderá ser ressuscitado.”

FONTE: A Arte da Guerra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s